quarta-feira, 17 de julho de 2013

Estelionatária aplicou golpes em lojas do comércio de Jequié

A estelionatária usava cheques pré-datados para efetuar as compras
A estelionatária usou cheques pré-datados para efetuar as compras
Apesar de todos os cuidados e ferramentas de interação digital que são disponibilizadas para as empresas se protegerem de possíveis golpes, eles não deixam de ocorrer. Uma mulher, “de boa aparência e  boa conversa”, como definiu um dos comerciantes lesados, aplicou em várias empresas de Jequié, golpes que totalizam um  prejuízo superior a R$ 50 mil. Identificando-se como Maria Vitória, a estelionatária fez várias compras de mercadorias em lojas de calçados, móveis e de roupas, emitindo cheques Ouro do Banco do Brasil e Especial do Bradesco. As compras foram realizadas em sua maioria no mês de  junho,  e os cheques pré-datados começaram a voltar, por não serem da emitente. Na delegacia de polícia local, pelo menos três queixas de lojistas lesados pela desconhecida, foram registradas nas últimas horas,  uma no valor de R$ 18 mil, outra de R$ 10.600 e outra de R$ 7.300. Segundo informações obtidas pelo Jequié Repórter, no contato com as empresas a mulher apresentava como endereço um prédio localizado na Rua Barbosa de Souza, para onde foram inclusive levados móveis adquiridos de sala e cozinha. No apartamento, não foi encontrado ninguém. Investigações preliminares da polícia, com base nas características físicas da estelionatária,  dão conta de que possivelmente, a mesma mulher teria aplicado golpes semelhantes em outras cidades, inclusive em Salvador, onde esteve presa. Além das empresas que já registraram queixas, a suspeita é de que outras lojas da cidade que ainda não compareceram à delegacia, foram igualmente lesadas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário